November 28, 2010

S.P.

Caros distribuidores de filmes e polícia da Internet: não me prendam. Eu confesso que baixei e assisti "Scott Pilgrim Contra o Mundo", mas só porque vocês ainda não fizeram o favor de lançá-lo no cinema. Mas ok, eu prometo ir ao cinema e assistir de novo, um filme desses é pra assistir no cinema, com uma tela enorme e sonorização decente.  Então, ouçam meu apelo!
Tô aqui pensando que filme tem apelo a tantas vertentes (!!) diferentes de cultura pop: videogames, quadrinhos, internet, cinema, super-herois, gays, dancinha indiana, pancadaria, rock e bandas independentes... Eu não sou uma louca por videogames e quadrinhos, mas pesquei as referências sem problemas, imagino como deve ser mais orgasmático para os mais nerds assistir. Pra meu deleite e enlouquecência ficou a cena da Batalha de BAIXOS, indescritível. Ah, eu mencionei que tem pancadaria? Tem, é maneiríssimo.
Mas o que mais me emocionou foi isso:
Scott Pilgrim curte Smashing Pumpkins no filme e nos quadrinhos e, portanto, é dos meus. (Fonte)
Não posso ficar dando spoiler do filme aqui, nem é minha intenção. Mas fiz altas leituras filosóficas daquela alegoria que é a luta física entre Scott e os Exs do Mal de Ramona, a menina que ele tá afim (isso não é spoiler, é dado no resumo do filme). Afinal, começar um novo relacionamento é confrontar seu passado, tudo que a gente já viveu, o que tirou de cada coisa, e perceber porque essa nova pessoa te atrai (no que tem em comum, no que que tem de diferente) e a partir daí construir algo novo. Mas o que mais me chamou a atenção foi ver o pobre Scott lutando pra ficar com o estereótipo de garota chutadora-de-bunda e misteriosa que faz bem pouco por ele, enquanto ele despreza a menina que o adora e defende. Mais vida real, impossível. Fazer o quê?
Pra terminar a análise, Michael Cera é uma gracinha, mas vai fazer o mesmo papel pra sempre. Esse tem mais semelhanças com "Nick & Nora" do que com "Juno": em ambos ele tinha bandas, estava dentro duma ceninha independente, tinha amigos gays, etc...
Por fim, quão maneiro são os cortes rápidos, quase de sonho, do filme? E a inserção de onomatopéias? E a transposição do formato de games para o filme? Muito bom, muito bom, recomeeeindo. Lancem logo nos cinemas do Ridjanêro, amigos da Indústria!!! Assim todo mundo baixa e aí mesmo que ninguém paga pra ver...

1 comment:

discursoacido said...

Tô doida pra assistir. Já tá baixadinho aqui mas eu fico esperando HWSNBNITB pra vermos juntos!!!
Certamente rolará um post pós Scott!!!!!

Post a Comment